AGORA ESTOU AQUI

domingo, agosto 12, 2007

SUPER COM CHUMBO


Custou-me ouvir um homem inteligente como Jesualdo Ferreira desculpar a derrota com erros de arbitragem e a argumentar que o FC Porto só não foi inferior ao Sporting nos primeiros 10 minutos. Não vi o jogo em contínuo mas o que vi não foi isso. O que vi foi um FC Porto na expectativa, sem balanço ofensivo, enquanto o Sporting procurava ir para a frente, embora com algumas dificuldades. Parece-me que o FC Porto jogou no erro e no desgaste enquanto o Sporting jogou no risco. Se foi assim, ganhou quem mais fez por isso. Evidentemente, a nomeação de Bruno Paixão foi sempre uma patetice, pois condicionou-o sobretudo em relação ao FC Porto. Mas essa é outra história...

PS - Vi agora o lance do pretenso penalty do Tonel. Não é. A bola raspa na cabeça do ex-dragão e só depois lhe vai ao braço. Acontece.

25 comentários:

40 postas pescada disse...

Paulo Bento não ganhou só a Jesualdo; também deu uma banhada ao teu novo colega da "pressão alta"!

O Perneta disse...

Primeiro diz que não viu o jogo em contínuo e depois emite uma opinião sobre o jogo.Típico. Desculpa-se com o que não viu, para culpar os outros pela amostra do que viu.A sua análise está errada tal como seria de supor de alguem que não viu o jogo todo.Ou de alguém que so quis "ver" parte do jogo.

Abaixo a Censura disse...

Já leste a entrevista da Leonor Pinhão no CM a responder ao Bimbo da Bosta?
Imperdível!

Zé da Póvoa disse...

Pelo que as duas equipas jogaram nenhuma merecia ganhar. Como o factor sorte também tem que ser tido em conta, então o Sporting ganhou bem, com um grande golo.
Também não gosto que os treinadores se desculpem com os erros do árbitro, mas a verdade é que há um penalti limpo e mesmo nas barbas do homem. Dito isto, não quero dizer que o FCP foi "gamado" e por isso é que perdeu. Não, o árbitro errou, nesse e noutros lances, como acontece em quase todos os jogos de futebol.

Anónimo disse...

Qual foi o orgão de imprensa "sulista e elista" que condicionou ainda mais o Bruno Paixão?!...
O FCP,não jogou muito, aliás o sporting,também não ,mas o Bruno fez mais uma vez, cá um trabalho....SE FOSSE AO CONTRARIO "ERA O FIM DO MUNDO"...

Anónimo disse...

O condicionamento de Bruno Ladrão viu-se logo aos 2 minutos de jogo com um cartão amarelo que lesionou gravemente a actuação de Paulo Assunção.

Anónimo disse...

Ora cá está uma arbitragem (?)que uma boa parte da "intoxicaçãosocial" aprecia (à campomaior)???!!!

Ricardo disse...

Se não viu o jogo em contínuo, se calhar era melhor não falar. 3 bolas ao poste, só contei um fora-de-jogo bem assinalado ao FCP durante todo o jogo, 2 cartões amarelos logo no início para jogadores do FCP, enquanto o Sr. Tonel que devia ter sido expulso duas vezes, já para não falar do penalty não assinalado nem da jogada de golo que foi anulada por causa de um jogador que estava "a morrer" do outro lado do campo.
Concordo que não foi só por causa do árbitro que o FCP perdeu, mas teve 75% de culpa no resultado.
Resumindo, a jogar contra 14 perdemos com um golo de sorte do adversário. Nada mau...

Anónimo disse...

acabou a pasta ou esqueceu a escova?

Anónimo disse...

Bruno Paixão: como explicar aquele erro?
[ 2007/08/12 | 23:00 ] Luís SobralO leitor reparou onde está colocado o árbitro Bruno Paixão quando Tonel corta com o braço direito uma bola cruzada por Quaresma, no F.C. Porto-Sporting?

Exacto. Está à entrada da área, a uns cinco, sete metros do lance, sem qualquer jogador que lhe perturbe a visão.

Este tipo de erros cometidos por árbitros experientes impressiona-me. Até porque da bancada de imprensa o lance foi perceptível. Uma bola cortada de cabeça nunca caíria daquela forma.

Deixando de lado a possibilidade de Bruno Paixão não ter apitado por querer, restam duas «explicações».

1. Viu, mas achou que não era falta para grande penalidade.
2. Estava perto, mas afinal não viu por não se encontrar a seguir a trajectória da bola, como devia, mas sim outro aspecto qualquer da jogada.

Como não acredito que Bruno Paixão não assinalou a grande penalidade porque não lhe apeteceu, ou muito menos para interferir no resultado, resta-me concluir que ou não sabe o que justifica um «penalty» ou estava distraído.

Seja qual for a razão, só posso concluir que Bruno Paixão começou cedo de mais a temporada.

Dar crédito à arbitragem não passa só por equipar bem os árbitros ou profissionalizá-los. Antes disso precisamos de acreditar em todo o edifício. Neste caso, é fundamental que os responsáveis pela arbitragem da Federação (e já agora Vítor Pereira, que deve ter visto o jogo) punam com firmeza a falha grave de Bruno Paixão.

PS: Num jogo equilibrado e fraquinho como o da Supertaça, um lance resolveria a coisa. Felizmente para o Sporting acabou por ser a inspiração de Izmailov. Infelizmente para o F.C. Porto não foi o erro absurdo de Tonel. Ninguém retira mérito a quem ganhou, mas é mau que a primeira prova oficial fique logo assinalada por um erro grosseiro de arbitragem.

Anónimo disse...

Ò sr.eugénio,que bem que V.Exª "VÊ" os lances em prejuizo do FCP!!!!!

Anónimo disse...

"Anónimo ha detto...
acabou a pasta ou esqueceu a escova? "
Genial eheheh

O Porto sempre que perde é o árbitro é a mega conspiração dos mouros, que das catacumbas vermelhas controlam todo o futebol mundial!

Anónimo disse...

Raspa ou caspa, Geninho?

Carlos disse...

Não parece que haja intenção do Tonel em tocar a bola com a mão. O braço permanece na mesma posição quando Tonel de faz ao lance com a cabeça.
Penso que o paixao ajuizou bem..em todo caso não estaria 'chocado' se tivesse marcado penalty e não sentiria que o sporting tivesse sido roubado.

macxdream disse...

Teorias da conspiração nada mais, não foi penalty e o EQ analisa bem o lance, de qualquer modo os tripeiros devem estar com muita azia!!!!solução é fácil, pastilhas rennie ou em alternativa pomada NOKÚ que isso passa. Para quem tem um palmares de títulos tão duvidosos não sei porque se queixam tanto?????

Woodworm disse...

De facto o Jesualdo esteve muito mal... ker no campo... ker nos comentários finais...

embora para mim o lance do penalty... é mesmo penalty.

Axo que faltou ao FCP: sorte, humildade, garra e futebol organizado...

Seneca disse...

Espero que esta benevolência na análise do lance do penalty seja para a época toda, especialmente no que tocar às análises dos jogos do Porto...

Anónimo disse...

É so azia... vão lavar os dentes, seus azeiteiros tripeiros!!!!

Anónimo disse...

Não é penalty? Vai comprar óculos. E o árbitro interromper uma jogada para assistir o derlei só e quando o Lisandro estava isolado perante o gr lagarto? Este árbitro é só rir...para não chorar!

Z� da P�voa disse...

Caro Eug�nio,
Conseguiste a proeza de ser a �nica pessoa das milhentas que ouvi em tudo quanto � comunica�o social, a dizer que n�o � penalti, embora utilizes uma argumenta�o razo�vel. S� que a mesma cai por terra, porque logo a seguir num lance em que o Quaresma domina a bola com a coxa, ela acaba por lhe raspar no bra�o e o �rbitro a� n�o teve d�vidas nem falta de vis�o. Afinal qual � o crit�rio?

borealis disse...

depois do escandalo de campomaior, era mais que esperado que o bruninho tivesse uma arbitragem "normal" e nao marcasse penalty quando o tonel intercepta a bola com a mão.

de resto foi um jogo equilibrado e meramente resolvido por um remate a longa distância.

ah, ainda mandamos 3 bolas ao poste por isso tb houve falta de sorte, close but not cigar..

bem, temos 15, menos uma mais uma, não importa :p

tarzannaborga disse...

Penalty claro...compra uns oculos! se aquilo nao é penalty nao ha penalty´s

Zé Pedro disse...

Olha-me estes!
Andam há 25 anos a gamar em grande e agora inventam penaltis para justificar as derrotas.
É o início do fim...

Zé Luís disse...

Geninho, estou como tu, chego tarde, mas não me armo em lorpa.
Olha, o teu pasquim deu 2 ao árbitro e "viu" o penálti.
Se fosses tu, pelo visto, davas 3 ao árbitro, como deram os parolos do Record em Campo Maior a 19/2/2000 - o MAIOR ROUBO DO FUTEBOL PORTUGUÊS!
Voltas a ser o palhaço do regime.
Já nem o Madaíl...

mosquito disse...

Já não entendo nada!
Mas então o árbitro do Campomaiorense-FC Porto não foi o Bruno Paixão?.
Precisamente o nome de árbitro que surge nas escutas do "Apito Dourado", com Pinto da Costa a pedir a Pinto de Sousa que o promova a internacional?