AGORA ESTOU AQUI

quinta-feira, agosto 23, 2007

PARA REFLEXÃO


"Não sei, espero bem que sim. Se houver provas para ser condenado, acho que deve haver coragem, pois são pessoas como as outras. Caso contrário, alguma coisa está mal. Qualquer magistrado está preparado para condenar quem quer que seja desde que os factos se provem em julgamento"
Carlos Teixeira, o procurador adjunto do Apito Dourado, na resposta à pergunta "haverá coragem em Portugal para se condenar um presidente de um grande clube?", na revista "Focus.

Teixeira, 42 anos, natural de uma aldeia do concelho de Vinhais (terra de Antero Henrique...), Rebordelo, foi o homem do primeiro impulso do Apito Dourado, quando credibilizou uma denúncia do ex-árbitro de primeira categoria Rui Mendes. Seguiu-se o trabalho da PJ do Porto sobretudo sobre a investigação dos jogos do Gondomar na época de 2003/2004. Não era vontade do homem que criou o Apito Dourado ir muito para além mas foi Teixeira quem assim o quis, correndo o risco de gerar um megaprocesso que mais tarde ou mais cedo empancaria nos tribunais. Como se vê. Deu para perceber nesta entrevista as dificuldades que Teixeira teve em desenvolver a investigação, ao ponto de lhe ter sido dado um passe para viajar em transportes públicos e um computador portátil cuja bateria não funcionava. Ou seja, nada foi feito para dar força à investigação, o que só aconteceu em Dezembro quando Morgado surgiu em cena na esteira de Carolina. De 2004 a 2007, as altas instâncias do MP boicotaram o trabalho do magistrado de Gondomar. Nem mais, nem menos. Outra questão é se Teixeira ambicionou demasiado num processo que continua a ser bastante vulnerável, apesar do trabalho feito pela equipa da morgadinha dos tribunais.

16 comentários:

borealis disse...

"desde que os factos se provem em tribunal"

ora vamos pensar nos factos...

hum.......

aqui é q a coisa se complica..

Anónimo disse...

Eu não gosto muito de Sindicalistas.

Anónimo disse...

ELE devia explicar (talvez um dia alguem o faça...) a "ORIENTAÇÃO REGIONAL" do processo,que causou SURPRESA até ao ex/Bispo do Porto (D.ARmindo)!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Que questão tão DESPROPOSITADA.

Anónimo disse...

o eugénio sonha com o apito...

já lhe disse para enfiar um em determinado sítio..

Gajo disse...

Estas declarações são uma vergonha.

O proprio magistrado que investigou o caso a fazer pressão publica sobre Pinto da Costa.

O pais está de facto pelas ruas da amargura.

joniblue disse...

disse-o Carlos Teixeira, bem dito, que honra lhe seja feita, e ele há "magistrados" que de boa consciência condenariam de entre esses até inocentes, por amor e paixão clubística, virtudes comuns a mortais de vária cor futebolista

pois há dúvida que quem dorme e acorda na cama com o pensamento no seu mais-que-tudo Sporting ou Porto ou Benfica, seja médico, juiz, paineleiro, jornalista, se coibia muito de dar a alfinetada, que é como quem diz, com o martelo, a lanceta, bisturi e caneta... no inimigo figadal dos seus pesadelos?!

é ter cautela, como já nessa de "apitos", que, está comprovado e visto, tem faces como o polígono dodecaedro & filhos!

Anónimo disse...

Bom dia...
Os ditos marialvas e pseudo intelectuais aqui deste espaço, dissertam tanto de tão pouco... Mas enfim, são os "influentes" dos media deste pequeno espaço de areia à beira mar... Expliquem-me cá uma coisa:
- O Anderson não queria deseperadamente ir para o Brasil devido à doença do filho?
- Pq foi parar ao Lyon?
- Será que Lyon fica mais próximo da sua terra natal?
- Pq a dita imprensa isenta(esta é para rir)e os tão conceituados comentadores(outra para rir) não abordam sequer o assunto?
- O orelhas terá decidido tomar conta do futebol sozinho para ter a comissão das transferências só para si?
Um abraço por cada tiro no alvo.

Jag disse...

Se forem presidentes do Benfica ou Sporting, está provado que não há problema. Vale e Azevedo ainda está a contas com a justiça e o Bigodes teve que fugir para Angola. E porquê? Porque nestes não existe a carga politica de que PdC se revestiu, com a acefalia do "Norte".

Anónimo disse...

Bem, talvez não seja tanto assim, pelo menos a avaliar pelo célebre caso em que o corruptor activo ( um solicitador) foi condenado, tendo sido absolvido o corruptor passivo (uma magistrada)! Obviamente julgados pelos memos factos, em processos diferentes!
Tinha sido bom era ter explicado porque ordenou escutas telefónicas sempre direccionadas no mesmo sentido, por considerar factos suspeitos em função de outras escutas, e já não ordenou outras escutas, noutros sentidos, não obstante "apanhados" igualmente a relatar factos igualmente suspeitos!
Bom, talvez se compreenda. O senhor magistrado já reconheceu que era amador.

Anónimo disse...

Coragem? quem tem coragem? digam lá... quantos tipos da alta foram condenados por abuso de poder? Isto é só folclore. Quero ver se o Botelho faz um filme sobre a forma como LFV chegou àquela classificação dos 100 mais ricos, dava cá um processo... quando alguém da alta for condenado é sinal que acabou o medo em Portugal... sim porque os certos magistrados estão em constante pressão sobre a sua vida profissional e privada...

Anónimo disse...

Essa pergunta è tudo menos inocente....Aliás neste ATRASADO PAÍS, há MUITA,MUITA FALTA de IMPARCIALIDADE E DISTANCIAMENTO.

Anónimo disse...

fica difícil de dizer quem é mais urso. o eugénio ou o parolo da foto.

Ó trengo lampião de matosinhos, vai a Vinhais e tenta saber histórias desse gajo.

Não interessa,pois não?

fica mais bonito dizer que é da mesma terra de Antero Henrique,v´-se lá saber porquê.

o gajo é tão benfiquista como tu. e burro também.

GM disse...

Curioso... o meu comentario anterior parece ter sido censurado...

Anónimo disse...

ai, ai, que,
mesmo sem meios,
o gajo parece a morgada
e é tão feio como um magistrado!

tadeu quintela

Anónimo disse...

O Vale e Azevedo foi condenado ou não ?, o Bigodes fugiu para Angola para fugir da justiça e o PC não pode ser investigado sobre os muitos crimes praticados pelos seus abjetos acólitos, tudo em nome da defesa dos superiores interesses do FCP ?