AGORA ESTOU AQUI

quarta-feira, agosto 15, 2007

EVANGÉLICOS


Por muito que me tentem explicar, não consigo explicar o porquê de Joaquim Evangelista, presidente do sindicato dos jogadores, surgir sempre no meio destas trapalhadas com rescisões contratuais. Hoje é claro que quando um jogador falta a dois treinos e não atende o telefone é porque está certamente a negociar com Evangelista a sua rescisão contratual. Apoio jurídico é uma coisa, ostentação e provocação outra. Os evangélicos andem aí... Louve-se, porém, o estilo do presidente do sindicato dos jogadores ao denunciar a ilegalidade que é muitos clubes inscreverem jogadores quando têm anos de salários em atraso...

ps - Boas férias, entrarei em contacto.

3 comentários:

nmarques disse...

Ou a história está muito mal contada, ou não percebo a novela Dady. Se, ao que se diz, o jogador tinha uma cláusula de rescisão contratual (diz-se que de 3,5 milhões de euros) e havia um clube disposto a pagá-la, porquê tanto alarido? Depositava o dinheiro, negociava com o jogador e pronto. Alguém viu, por exemplo, o Manuel Fernandes no sindicato? Há aqui algo que me escapa. Porque não consigo perceber onde 3,5 milhões de euros é um mau negócio para o Belenenses.

Já sobre o sindicato, ainda que a nós, que gostamos de futebol, nos faça confusão algumas atitudes, a verdade é que cumpre a sua função, que é a defesa do jogador e não da entidade patronal.

http://tribodofutebol.blogspot.com/

Tu . Luís disse...

DOSSIER APITO ENCARNADO EM SIC ONLINE
http://sic.sapo.pt/online/noticias/pais/20070815+Apito+Encarnado.htm
Estadias de árbitros no Algarve! Compra de Jogadores etc etc!
Corrupção Escaldante o APITO encarnado APITOU!

Anónimo disse...

fora lá com
evangélicos, batistas
e cangalheiros, que pa medo
basta a igreja que temos, de padrekas
e beatas, a serviço dos
pobrezinhos,
das almas e de sua santidade

e bib'ò maior de todos, bib'ò Papa!