WWW.BOLANAAREA.PT

sexta-feira, abril 20, 2007

ESCANDALEIRAS


Como é possível a Liga nomear para o Estrela-Boavista um árbitro que tinha um caso com o clube axadrezado (Bruno Paixão) e um fiscal de linha (José Chilrito) que tem outro (Boavista-Estrela), para além do processo da fruta para dormir? Resultado, o Boavista acabou por ser altamente prejudicado e o Estrela lá se colocou a salvo da descida. O regenerador Vítor Pereira está mesmo a ser uma desilusão...

A coisa foi de tal maneira que no final até a claque do Boavista bateu palmas à sua equipa!

3 comentários:

Anónimo disse...

Há muito, que penso, que para dirigir a arbitragem, deve ser gente de "FORA" da arbitragem,mas goste de futebol, tenha prestigio,goze de consenso e se esforce muito,muito por ser imparcial,distanciado.
Novas maneiras de classificar arbitros e de observar os jogos dos mesmos.
E concorrencia,na arbitragem ou seja todas as jornadas 2/3 equipas estrangeiras ,a arbitrar nas provas nacionais,nomeadas pela UEFA.
Assim as equipas nacionais de arbitragem, tinham que se por "mais finas" pois as comparações eram evidentes. SE HÀ CONCORRENCIA EM TUDO e até nos treinadores,jogadores etc....

Alberto Mendes disse...

Então e que tal a nota 8,5 atribuida a Lucílio Baptista no Beira Mar-Benfica? Continuam a gozar com o maralhal sério que ainda se interessa pelo futebol...

Major batata disse...

É o SISTEMA no seu esplendor... ainda...