WWW.BOLANAAREA.PT

quarta-feira, março 28, 2007

PIMENTA NA LÍNGUA


A entrevista de João Cartaxana a Pimenta Machado é para ser lida e relida e até já me disseram que fez furor ali para os lados do Príncipe Real, em Lisboa. Estas são para mim as suas partes mais importantes.


"[Pinto da Costa]É um grande dirigente desportivo. Fazer do FC Porto o que ele fez, não interessa como ou que meios utilizou, foi simplesmente notável. A história não pede pormenores, resiste aos factos. E os factos registam que o FC Porto foi várias vezes campeão quer a nível nacional quer internacional."

"[Valentim Loureiro]Foi outro grande dirigente como presidente de clube. O Boavista era um clube de bairro e cresceu imenso. E foi, também, um comissário político que esteve no futebol"

"O Vitória foi o único clube que os árbitros vetaram, apadrinhados pelas pessoas que mandavam na arbitragem e que agora estão a ser acossados pelos apitos dourados. Que eram o sr. Pinto de Sousa e o Valentim Loureiro. O que era preciso era deitar abaixo o V. Guimarães (...) já que o Pimenta Machado estava cambaleante por causa da denúncia à PJ, aproveitaram para tentar dar a estocada e verem-se livres de uma voz incómoda. Quem é que andou sempre a denunciar essa história do sistema, dos observadores, dessa cambada toda? Eu!..."

"Quem é que dominava a arbitragem? Era a A. F. Porto, com a malta do Boavista. O Laureano, o Fernando Marques, o Pinto de Sousa... Vieram todos embora depois de debates na televisão comigo. Foi positivo para o futebol a internvenção da PJ. Hoje, quem joga melhor ganha mais vezes. No meu tempo, se as coisas estavam a correr mal aos clubes que tinha protecção no meio das arbitragem, os guardiões do templo, que eram os árbitros e os fiscais de linha, encarregavam-se de proteger esse clube. Era uma escandaleira nos jogos cruciais."

"Quantas vezes fui à televisão dizer que isto era uma mentira, que o Boavista ganhou um campeonato porque aquilo era uma auto-estrada com via verde? Na década de 50, quem dominou a arbitragem foi o Sporting (...) Na de 60/70, a hegemonia foi do Benfica e a partir de 80, com a A. F. Porto, o FC Porto ganhava. O Boavista ganhou com a Liga, quando Valentim conseguiu ter influências políticas e fez com que alguns dirigentes com ligações ao mesmo partido se subjugassem, outros estavam dominados por ele, por consegua fazer uns favores, meter um filho deste ou daquele na Câmara ou no Metro. O FC Porto perdeu muita influência. Quando o Valentim esteve zangado com Pinto da Costa, o FC Porto perdeu o campeonato para o Sporting"

6 comentários:

trapizomba disse...

mas isto é tudo muito "forte", então na década de 60 era o sporting que mandava, entre 70/80 era o benfica e depois só se investiga por causa do porto e de um reles campeonato ganho pelo boavista?

trapizomba disse...

mas isto é tudo muito "forte", então na década de 60 era o sporting que mandava, entre 70/80 era o benfica e depois só se investiga por causa do porto e de um reles campeonato ganho pelo boavista?

Anónimo disse...

Mas o ex/arbitro internacional,inglês,Howard KING,referia-se a "FACTOS" passados (na capital) ,na década de 80 e 90!!!!!!......

Anónimo disse...

Estaria tudo bem se o Porto só mandasse uma década.
O pior é que na década de 90 e daí até 2007 já era roubar à descarada.

Mandar sim, gamar não!

Anónimo disse...

Bom, se o porto ganhava títulos à custa de arbitragens, dá impresão que perdeu dois por ser fraquinho. Ou, como dizia o outro, o monstro fugiu ao criador. Ele há cada teoria...
Tudo santinhos de trazer por casa.
Nem sei como os jornalistas não sabiam disto...

Anónimo disse...

E hoje o fute está entregue à procuradora Morgado, pela mão do procurador, a mandado do Vieira, intriguista mor do reino, num sistema à antiga de benefício ao Benfica e intimidação generalizada.

E o que é que se quer que isso vá dar se não ao antigamente? Essa é que é essa, como diria o outro.

amelie