WWW.BOLANAAREA.PT

quinta-feira, fevereiro 22, 2007

UMA REFLEXÃO


Passei o dia a confortar os meus amigos dragões com frases do tipo "fizeram um grande jogo", "ainda é possível", "o Chelsea já não é o que era". Mas está visto que não consegui vender o meu produto. A malta não se conforma pois entende que o FC Porto podia ter ganho este jogo, colocando a equipa de José Mourinho sob pressão. Perante isto, resta-me argumentar com a excelente primeira parte dos dragões e com as diferenças abissais de orçamentos e no um para um no dérbi da qualidade. É só começar a comparar, do gigantesco Cech com capacete de protecção ao superatlético Drogba, passando pela sintonia fina de Lampard, pelo bouquet de recursos de Ballack e pelo instinto assassino de Sheva. Para não falar nessas forças de natureza que dão pelo nome de Essien e Makelele. Sim, não esquecer o "nosso" Carvalho, que no Dragão jogou à Humberto, ou seja, fazendo o seu trabalho e conseguindo empolgar a equipa quando partia com a bola controlada para o ataque, furando a primeira linha portista. Contas feitas, verifica-se que o Chelsea teve mais posse de bola (52%), fez mais remates (15 contra 10), ganhou mais cantos (4 contra 3) e cometeu mais faltas (17 contra 16), neste último aspecto com a particularidade de o FC Porto só ter feito a sua primeira falta na segunda parte aos 80 minutos. O que dá para perguntar: foi o FC Porto que não foi agressivo ou o Chelsea que fez o seu jogo posicional-passivo como mais ninguém sabe fazer? É o desafio que deixo...
PS - Continuo sem entender a razão da troca de Raul Meireles por Marek Cech.

4 comentários:

fredy disse...

és tu e todos eugenio.. aquele jesualdo nao vale mesmo nada! vale-nos o quaresma e os argentinos quando inspirados! aii volta anderson tas perdoado lol

João disse...

Gosto sobretudo da forma como se usa a diferença de orçamentos conforme interessa. Neste caso interessa, já percebi. Mas quando é para mandar abaixo o Paulo Bento já não interessa que o orçamento do Sporting seja metade do do FCP e cerca de 65% do SLB.

Anónimo disse...

O dinheiro, sendo importante, não poderá ser justificação para tudo. Por essa lógica, o Atlético nunca ganharia um jogo no Dragão. O FCP não tem também jogadores de grandes selecções? O Helton, o Lucho, o Quaresma e outros mais, por terem passes menos valiosos, serão menos capazes do que a maioria dos jogadores do Chelsea? Por essa lógica, o FCP nunca teria vencido a Liga dos Campeões e a Taça UEFA há bem poucos anos. Foi obra do acaso? Sabemos muito bem que não.

Alvaro Magalhaes disse...

A troca do Cech por Raul Meireles , so tem uma justificação, Sesualdo Ferreira errou como é costume nas Subs, até porque Lucho arrebentou ao quarto de hora de 2ª parte, ficando o meio campo do porto sem o pulmao de Meireles, que na minha opiniao é um fabuloso jogador.