WWW.BOLANAAREA.PT

sexta-feira, fevereiro 16, 2007

Augusto e Jacinto

Fez o árbitro Augusto Duarte uma arbitragem tendenciosa no Nacional-Benfica agora em equação? As crónicas dos jornais e o relatório de peritagem, dizem que não. . Numa partida em que a equipa madeirense conseguiu os seus 3 golos em lances de bola (1 livre e 2 cantos), o árbitro de Braga aparentemente não teve qualquer influência no resultado. E será um dado que irá jogar em sua defesa, quando em breve for ouvido pela equipa de Maria José Morgado.
Aliás, o relatório de peritagem feito pelos antigos árbitros Vítor Pereira, Adelino noAntunes e Jorge Coroado detectou apenas dois erros de arbitragem, um em benefício de equipa. No final do jogo , José António Camacho não se queixou da arbitragem e só Nuno Gomes protagonizou um desaguisado no túnel. O avançado benfiquista envolveu-se com dirigentes do Nacional, que acusou de terem incitado à violência os jogadores locais. A tese da acusação perde também gás graças a uma afirmação de José António Camacho na projecção do jogo com o Nacional, na 23.ª jornada. Frase que até foi manchete do Record: “Objectivo é a Liga dos Campeões”. Para o treinador do Benfica, o 2.º lugar “já será positivo”. Ora, o MP alega que o FC Porto, através do seu presidente, quis manipular o árbitro com o objectivo de afastar o Benfica de uma luta por um título que o próprio treinador dos encarnados já via quase como algo que se esfumara… No fim da jornada em questão, o FC Porto somava 59 pontos contra 52 do Sporting e 47 do Benfica. O Sporting empatou nessa ronda em Barcelos, num trabalho de nota 2, com o Sporting a ser penalizado pela expulsão de Rui Jorge aos 47’ e a reclamar de um fora-de-jogo mal assinalado a Liedson, aos 24’. Terão ficado 2 cartões vermelhos por mostrar a jogadores do Gil, que fez o seu golo de penálti. “É o sistema em todo o seu esplendor”, foi como Dias da Cunha comentou o jogo. Na jornada seguinte, o Sporting venceu o Marítimo por 1-0), com uma arbitragem sem cartões e sem críticas de Martins dos Santos, o FC Porto foi a Coimbra vencer pelo mesmo resultado (com um trabalho fraco de António Costa, com prejuízo para os estudantes) e o Benfica empatou em casa com o Moreirense a uma bola, ficando a 12 pontos do líder. Este jogo foi arbitrado por Jacinto Paixão (auxiliado por José Chilrito e Manuel Quadrado), que anulou um golo ao Benfica e condescendeu disciplinarmente com alguns jogadores visitantes já amarelados. Sempre em foco este trio de árbitros alentejanos que terá sido presenteado com "fruta para dormir" no famoso FC Porto-Estrela da Amadora que aguarda despacho de reabertura...

8 comentários:

Insurrecto disse...

Isso é a maior estupides que se pode dizer. O árbitro está "comprado" (ao que parece há escutas disso), depois se for preciso ajuda... se não for preciso não ajuda.

Agora não é por ele não ter supostamente ajudado que ele não estava comprado...

TENHAM VERGONHA!

Anónimo disse...

Aqui faz-se crer que o nosso futebol é como o céu que quando está azul, está limpo.

Jorge disse...

Das muitas accoes da Morgado poucas teem fundamentos legais. Parece-me que nesta pequena aldeia que e Portugal aonde a promiscuidade e o compadrio abundam a Morgado e mais uma lanca do Benfica que mostra mais uma vez ter muitos recursos fora do campo.

Anónimo disse...

É a mafia, meu caro, os sopranos a furar e a furar, dos CJ da Liga às procuradorias, equipas de arbitragem, dirigentes de partidos, enquanto o soprano-mor, qual peçonha do reino, não pára de levar a intriga às televisões e rádios, até aos tribunais

E já é o maior bufo alado destes portugais

quepasa? disse...

LOL era suposto o camacho, sem provas, dizer o quê? que os andrades estavam a corrumper àrbitros?

é só rir...

Anónimo disse...

O CJ da Liga não ponderou o caso da despenalização de um jogo de castigo ao jogador do FC Porto, Ricardo Quaresma, à imagem do que vem fazendo há vários anos, por atenção ao Benfica, de modo que bem pode dizer-se, no seu jeito furioso e intriguista, o soprano-mor incute, hoje, mais fúria e sanha descarada nas tropas que o seu mentor antigo, menos agressivo, Salazar

amelie

Anónimo disse...

Eu cá também acredito no Pai Natal!

Anónimo disse...

A tua noticia ontem no Record era brilhante!
Cahacho "defende" PC!
Muito bem! Nem o boletim dos SuperDragões faria melhor