WWW.BOLANAAREA.PT

terça-feira, janeiro 09, 2007

Regresso à normalidade

Tal como se suspeitava, a Comissão de Arbitragem declarou-se sem poderes para eventualmente suspender o árbitro Paulo Baptista por este estar acusado num processo colateral do Apito Dourado. É uma boa maneira de sacudir a água do capote e de passar a bola a...Hermínio Loureiro. Sabendo como pensa e o que pensa o presidente da Liga, acho que terá de fazer alguma coisa para conseguir alguma moralização sobre este assunto pertinente. A entrega do caso ao Conselho de Justiça da FPF, pelos próprios acusados, é uma forma no mínimo interessante de abordar o assunto, com aqueles (Baptista e Valentim) a investirem-se no papel de justiceiros e ao mesmo tempo de vítimas do sistema. A verdade é que o futebol profissional tens a leis que os clubes profissionais querem. O que é quase o mesmo de se pedir aos reclusos de Custóias e de Pinheiro da Cruz para elaborarem um novo código penal. No fundo, tanto trabalho para nada se tudo acaba por terminar nas mãos de procuradores da República e de juízes benevolentes, para não usar outra palavra.

Como é bela vida em Portugal!

Sem comentários: