WWW.BOLANAAREA.PT

domingo, dezembro 10, 2006

MOTA GP


Mais de um ano sem perder em casa e o Paços já 10 pontos acima da linha de água. É o Paços mais uma vez a ir de mota sem que ninguém perceba ou valorize a performance.

É o costume. A história seria outra se o assunto fosse pastéis de Belém ou laranjas de Setúbal. Mas quer uns, quer outros não andam lá grande coisa...

7 comentários:

lup51 disse...

nao é muito justo, eugénio... o belém tem 17 pontos e so o porto sofreu menos golos.

Anónimo disse...

Eugénio,

És a vergonha do jornalismo em Portugal!!!

Sempre a branquear a bandidagem a troco de migalhas!!!

Pára de defender o indefensável!!!

O APITO VAI MESMO APITAR, POR MUITO QUE ISSO TE CUSTE!!!

Anónimo disse...

És sempre o mesmo agarradoao lobbie do norte.Eu quero ver o Paços dar 2 ao Braga! So se for a marcar golos depois de a bola andar 50 metros fora do campo!Onde é que já vi isto? Senão mesmo sem perder há tanto tempolá tinha ido parar à 2ª. Liga.E do Leixões não falad hoje?

Anónimo disse...

Escama Dragões

Não é neste clube que joga aquele rapaz que gosta de pôr a mão na bola?

Saudações Leoninas

Anónimo disse...

foda-se

Anónimo disse...

Às vezes não dá jeito nenhum falar de outra coisa além de banalidades.
Por exemplo, com um orçamento 15 ou 18 vezes inferior ao do Benfica, Mota ganhou 3-1 em Maio e empatou 1-1 em Setembro.
A Naval tem +/- o dinheiro do Puaços e empata pela 3ª vez com o Benfica.
Mas nem todos os jornalistas vivem do essencial. Só fogos fátuos, que é o que vende se bem embrulhado (às vezes nem assim se o produto for rascord...).

Anónimo disse...

Carta na Revista MARIA
Querida Maya,

Estou com um problema e preciso da sua ajuda.
Sou um rapaz na força da vida, neste momento sem trabalho e,
infelizmente, seropositivo. Tenho dois irmãos, um é sócio do
Leixões, o outro foi condenado a 25 anos de prisão por homicídio.
A minha mãe morreu de insanidade mental quando eu tinha 3 anos.
Tenho duas irmãs prostitutas e o meu pai vende estupefacientes e
outras drogas em dois dos bairros degradados de Matosinhos.
Recentemente conheci uma rapariga acabada de sair de um
reformatório por ter tentado afogar o seu filho ilegítimo recém-
nascido.
Amo essa rapariga e quero casar com ela. Só concebo uma relação de
transparência e amor verdadeiro, para que possamos ser felizes.
A minha questão é:
Devo falar-lhe no meu irmão que é sócio do Leixões??