WWW.BOLANAAREA.PT

segunda-feira, dezembro 18, 2006

GRANDE COLORADO

O astronauta russo Yuri Gagarim equivocou-se ao avistar a Terra do espaço. Disse ele certa vez que a Terra era azul. Ledo engano, o planeta é vermelho. A vitória do Inter sobre o Barcelona por 1 a 0, domingo, na final do Mundial de Clubes da Fifa, coloriu o mundo de encarnado.
A conquista da América sobre o forte São Paulo, em 16 de agosto, abriu as portas do Japão para o Inter, o Clube do Povo do Rio Grande do Sul. Desacreditado, o Colorado chegou ao Japão para a maior façanha de seus 97 gloriosos anos história. Depois de passar trabalho para eliminar o Al-Ahly (2-1), o Inter entrou em campo no Estádio Internacional de Yokohama disposto a fazer uma partida táctica perfeita.
Bloquear Deco e Giuly, os pensadores do Barça, e impedir que Ronaldinho Gaúcho desequilibrasse a partida, exercendo uma marcação severa. Para chegar à vitória, Iarley seria o homem certo para puxar os contra-ataques. Só o que saiu do previsto foi o grande herói da noite japonesa. Contestado, assobiado, odiado, Adriano Gabiru substituiu Fernandão, o grande ídolo colorado, aos 30 minutos do segundo tempo.
Seis minutos depois, Iarley, campeão mundial também pelo Boca Juniors, deixou Puyol e Rafa Márques desnorteados e fez assistência para Adriano, que invadiu a área feito uma bala e arrematou forte, vencendo Valdés. Gol do Inter, o gol mais importante da história colorada foi anotado por um grande desafeto da torcida, que só contou com o apoio do técnico Abel Braga.
Resultado final: Inter campeão do mundo de 2006. Assim como o dia 16 de agosto, data da conquista da América, 17 de dezembro jamais sairá da lembrança dos adeptos do ex-clube de Falcão, Dunga, Taffarel, Figueroa, Carpegiani e tantos outros craques maravilhosos.
Agora, Porto Alegre se prepara para receber os heróis. Mais de 500 mil pessoas estarão nas ruas para aplaudir os campeões mundial, porque a Terra é vermelha!
André Ribeiro, jornalista e adepto do Colorado

Sem comentários: