WWW.BOLANAAREA.PT

quinta-feira, novembro 30, 2006

No país das maravilhas

Com o Governo cada vez mais performante na sua obsessão pelos modelos nórdicos - depois da Finlândia, a Dinamarca mais a sua flexibilização laboral -, continuam a encher as albufeiras e a encerrar empresas que se mudam para a República Checa ou para o Cazaquistão. Não sei porque não se mudam para a Dinamarca ou para a Finlândia, talvez seja por causa do frio que lá faz, não vejo outra coisa, pois as gajas são fartas e fáceis e a cerveja de qualidade, tanto mais que foi também um país nórdico, a Suécia, que inventou os "Abba" e o Carlos Quaresma. Olhando para a Odete Santos e para o Nuno Melo, até apetece ser do PS mas, caramba, o "Príncipe Perfeito" e a sua corte já começam a repetir-se. Não falo do PSD pois é um partido que entrou numa fase de não existência a partir do momento em que elegeu Marques Mendes como seu líder máximo. E temos aí, a esbarrar com as compras de Natal, a questão do referendo do aborto, batalha perdida há alguns anos por causa do Portugal profundo que acredita nos padrecos e também em S. Judas Tadeu (não confundir com o director do 24 Horas, que também é santo, sobretudo depois daquela primeira página em que se assumia como líder da sua classe operária). O país anda também entretido na guerra dos semanários, da Veja, perdão, da Visão à Quarta-feira, perdão, à Sábado, do Sol ao Expresso, com alguns dos catedráticos dos jornalismo que já não dão uma notícia há 15 anos a entenderam que é por aqui mesmo que se faz jornalismo, embora estas revistas e publicações nos ofereçam regularmente capas subordinadas ao tema "Como Curar o Cancro" ou "Já há assaltos na Quinta da Marinha". Para não falar dos anúncios completamente rascas que tentam passar mensagens de irreverência mas que se fossem a sério eram bem capazes de confundir bastante as nossas criancinhas com menos de 5 anos, que as outras já sabem também o que esta casa gasta. Reparem: a RTP passa uma entrevista com o médico Fernando Póvoas, especialista em gordos, a propósito de anoréticos. Tá tudo louco? Talvez. Como diz uma amiga minha, quem dava um bom primeiro ministro era o Dr. House. Pode não ter os gémeos do Sócrates mas tem um génio do caraças...

2 comentários:

Anónimo disse...

Caro Eugénio, já sabe que o 24 horas vai passar a diário gratuito?

Alvaro Magalhaes disse...

Boas Eugenio, nao tenhas a menor duvida , precisavamos mesmo de um Dr. HOuse MD.

abraço