WWW.BOLANAAREA.PT

quinta-feira, outubro 12, 2006

Duas breves notas e um alô


Depois de 2 dias de blackout por razões perfeitamente ponderáveis - portátil e fixo pifaram e o cybercafé onde entrei tinha o sistema em baixo (cheira-me a conspiração) -, eis-me de volta e com uma saudação especial à cabeça para o André Pipa, que participou na zona franca dos comentários. O André dispensa apresentações e o simples facto de andar fora do circuito dos jornais desportivos diz tudo quanto aos problemas que se vivem no reino. Aquela abraço matosinhense para um adepto fiel do Liverpool! Para actualizar a "coisa", duas notas sobre os resultados das selecções:
- Couceiro passou de coveiro a milagreiro, confirmando a velha máxima de Fernando Vaz, ou seja, que a distância entre besta e bestial é a mesma que a que separa o bestial da besta. Os sub-21 fizeram um bom jogo, o treinador acertou sempre, nada mais há a dizer. Parabéns a todos.
- Quanto aos AA, não conseguiram o tal 4.º ponto de que Scolari falou antes do jogo com o Azerbeijão. Um erro normal de Ricardo Rocha e outro grosseiro do mesmo personagem, no primeiro e segundo golos da Polónia, respectivamente, foi quanto bastou para uma noite para esquecer. O fenómeno foi contagiante pois nem Conduto, nem Tadeia conseguiram, na RTP, a excelência a que já nos habituram - assim se confirmando que também nos comentários é preciso treinar muito a jogar.

11 comentários:

Gonçalo Pereira disse...

Pelos vistos, encontramo-nos todos por aqui.
Já pensaste em fazer concorrência ao Goucha e montar um programa de reconciliação de amigos desaparecidos, Eugénio?
Um abraço para o André, grande director da VM (apesar do que escrevi há tempos para o provocar…) e um dos melhores do país a escrever sobre futebol internacional.

lup51 disse...

estás confuso eugénio.

no 1-0, o remate inicial é feito na zona de acção do costinha. se tiveres adivinhadores de ressaltos de bola, podes saber onde haverá recarga. não consta que o rocha tenha um. nem sequer o ricardo carvalho.

no 2-0, há um erro comum a ricardo rocha... e costinha.

e na bola que levámos no poste, é outra vez a zona de acção de... tcharan... costinha!

além disso, os cortes mais importantes da defesa foram feitos pelo ricardo rocha.

nice try.

eugenio disse...

Vê bem as imagens. O RR tem hipóteses de bloquear o Smolarek mas escorrega...

Anónimo disse...

Primeiro: o PIPA é grande! Ele e o Melo fizeram uma dupla histórica no defunto Seculo.
Segundo: aquela saida do Rocha para o meio campo - o golo depois surgena zona onde devia ter ficado - a atropelar Costinha e adversário é primária..
Terceiro: por falar em Melo, já viram como treinador e jogadores de Portugal deixaram de falar a uma só voz?

Anónimo disse...

Eu queria ler alguma coisa tua sobre as desastrosas opções de Scolari, a maneira como ele não reagiu no banco, a falta de ambição que tolheu a equipa, se achas que ainda é possível continuar com uma selecção feita à base dos mesmos do costume, se Nuno Valente e Costinha ainda têm pernas para estas andanças, porque a imprensa portuguesa não cai em cima do seleccionador Scolari como caiu em cima do Couceiro e depois teve que engolir, como não se cai em cima do RR mas "assassina-se" R Costa, como anda tudo a ser comido por este homem que nos leva 50 mil patadas por mês e não passa de um treinador especialista em mata-mata, baseado numa corrente estilo testemunha de Jeová, quer dizer, Caravaggio.

zaztrazpazguerra disse...

Desde o inicio do contrato desse parasita que dá pelo nome de Scolari que não vejo a hora de ele se ir embora. O homem só enterra. Bem sei que existe muito boa gente que adora o sujeito, e que a paciência de quem pode mudar as coisas não parece que se esgote tão cedo...
Sobre este jogo na Polónia, que dizer sobre as opções técnicas e a forma como abordou o encontro antes, durante e depois? Apenas que o homem é um desastre que tem sido diluído pelo excelente leque de jogadores que temos a sorte de possuir desde há muito tempo. Esse senhor foi cá posto pela Nike, que vê no Luis Felipe Scolari o treinador certo para juntar o melhor de dois mundos(leia-se mercados).

Achei piada que o Madaíl tenha que vir para imprensa falar como adepto(???), para poder enviar recados ao seu empregado. Pois...

Dos 4 pts que queria ganhar em 2 jogos ficou com 3...

Xiça...e depois é vê-lo a passear no paredão de Cascais e a comer nos melhores restaurantes á hora dos jogos que devia estar a ver in loco, para assim aferir quem é que está em melhores condições para ser convocado... Ahhh! Tinha-me esquecido, é que o homem até 2008 não vai mudar o 11 (23). E depois é ver jogadores que nem precisam de ser notificados para vir jogar á selecção. Para quê? Já sabem que enquanto cá estiver o parasita nem precisam de correr muito.

Incrivél a forma como a imprensa dá descanso a esse Sr. ...

Quando o vejo na rua em Cascais, faço aquilo que nunca se deve fazer em lado nenhum...cuspo no chão.

Anónimo disse...

Eu se fosse o Ricardo Rocha quando
te apanhasse dava-te um tareião de
tal ordem que havias, quando saisses do hospital, de lhe criar um clube de fans.
és abjecto.

Anónimo disse...

O Ricardo Rocha não é um grande jogador nem tão-pouco jogador para selecção. Não fez um grande jogo na Polónia (quem o fez?) mas daí a enterrarem o homem como o pai da derrota... É que eu bem o vi ser o 112 em mais do que 4 ou 5 vezes.

Já agora Eugénio, porque não comentar a fabulosa exibição daquele que dizem ser o melhor da Europa, do Mundo e arredores - Ricardo Carvalho?

Anónimo disse...

Eugénio, a tua complacência não tem limites, deve ser dos genes do Record que se te entranharam...
A derrota foi o espelho do que é/tem sido Scolari com a Selecção. Faz mal a equipa, escolhe mal os jogadores, não lê o jogo, nunca um jogo do seu "Clube Portugal" foi mudado pela sua argúcia táctica ou outra, faz sempre substituições directas e normalmente tardias. Jogo perdido a meio é jogo nunca ganho.
Se quiseres que exemplifique é só pedires, se não percebeste (claro!...) nada do Polónia-Portugal.
Acho piada à tua nota, que compartilho, da dupla Conduto-Tadeia. Primeiro nunca me habituaram a excelência nenhuma, mas concordo que seja preciso treinar. Depois há a estória da troca de Carlos Daniel pelo Hélder, segredo de Estado ou de Polichinelo? O surgimento do Tadeia foi explicado? Afinal, ele diz o que pensa (mas disse pouco durante o jogo, fora as generalidades, que retinta, habituais sem ir objectivamente às questões a não ser crucificar, não por acaso, os ex-portistas Costinha, Nuno Valente e Deco...)? Ou pensa o que diz, pelo que li depois no Record sem chamuscar o Scolari (o que me pareceu ser sua intenção, mas não declarada, não vá ser posto em degredo pelo Madaíl ou no próprio Jornal...)?
Do Conduto fiquei a saber com quem o Barça e o M. United iam jogar no fim de semana e que o Bayern vinha a Alvalade depois de o guardião polaco ter sofrido um golo do Nani.
Bah!...

Andr disse...

Obrigado meu bom Eugénio!, Não estou nos desportivos vai para sete anos mas continuo a exercer as minhas paixões (viagens, futebol e outras), um pouco por aí, ao sabor da correnteza. Não está fácil não...
Um abraço também para ti Gonçalo (fantástica a NG do Terramoto 1755, mas que grande trabalho pá!)... e que provocação foi essa?
Já agora: achei muita piada à referência ao meu velho amigo Afonso de Melo -- é verdade, começámos juntos e fizemos dupla há um ror de anos no 'SECULO' de Artur Albarran (com o Luciano Alvarez e o Paulo Anunciação) onde, à falta de outros incentivos (ordenado, por exemplo)demos provas de algum humor...
... Mas não esqueço que o o meu primeiro Chefe de Redacção foste tu, Eugénio, e que que foi graças a ti que publiquei os meus primeiros textos (todos sobre o Liverpool, eh eh!) na inesquecível «Gazeta dos Desportos». Grande escola essa! Desafio-te a lembrar a quantidade de boa gente que lá passou. O teu Pai está bem? Sempre gostei muito dele, não o vejo há um ror de anos. Grande abraço Eugénio, We Will Never Walk Alone going

luis cantante disse...

O André Pipa!!! E o Afonso!!! Há anos que não ouço falar dessa gente. E o Janeca! E a Patrocínio! E o Ruivo! Grandes malhas. Eram lá da minha praceta dos Olivais. Com o Abílio e o Paulo do RC. E o idiota chapado do Lucas Coelho!
Abraço André! Saravá meu irmão!

LUÍS CANTANTE