WWW.BOLANAAREA.PT

sábado, novembro 04, 2006

Pela Madeira dentro

Importo descaradamente para o BnA o grafismo do Sportugal.pt a propósito da notícia de um jogo amigável entre o Marítimo e o Nacional devido a uma causa dita nobre de que já não me lembro, sob o patrocínio do BANIF, o banco com sede na Madeira que também apoia
este dois clubes fortemente subsiados pelo Governo Regional da Madeira com verbas absolutamente pornográficas e que, entre outras coisas, provocam um ambiente de concorrência desleal com os restantes clubes do mesmo nível, ou até superior, que militam na I Divisão nacional. Mas não é este assunto que aqui me convoca neste sábado pachorrento de Outono. Vem isto a propósito do facto de Rui Alves e Carlos Pereira terem surgido lado a lado na apresentação do jogo, negando eles qualquer cisão cultural, ideológica ou apenas roscofe entre os 2 clubes ou as respectivas personalidades. Importam-se de repetir? No fundo, cá está a prova provadíssima de que estes tipos da Madeira não são os broncos porque muitas vezes são tomadas - é assim que eles nos vão mantendo na expectativa do "que raio mais ainda lhes poderá acontecer ou ocorrer?" Quanto mais não seja, e para além da sua beleza natural absolutamente inatacável, sobretudo quando comparada com os calhaus espanhóis a Sul ou do Mediterrâneo, a Madeira pode mexer com o nosso bolso mas é crucial para a nossa boa disposição.

Deixem-me rir mais um bocadinho, portanto.

5 comentários:

Anónimo disse...

Passem na Ibéria.

Anónimo disse...

A entrevista que faltava:
http://leixoessc.com/index.php?option=com_content&task=view&id=397&Itemid=2

è fartar,vilanagem! disse...

Porque não quantificar se os números são públicos:o orçamento de 2006 da Região Autónoma da Madeira ( dinheiros de todos os contribuintes de Portugal)estão afectos aos clubes da Madeira 140 Milhões de euros (28 Milhões de contos),dos quais 32 Milhões (6,4 Milhões de contos)vão directamente para o Marítimo e o Nacional!
É claro que custos,tais como manutenção dos Barreiros,não estão aí contabilizados!
Mas,não é só na Madeira que o regabofe da utilização dos dinheiros públicos,encontra o seu esplendor. Vejamos:A Caixa geral de Depósitos,banco que tem como único accionista o Estado(Nós todos)acabou de realizar uma parceiria(tipo eu pago e tu recebes..)com o Benfica em que entrega 30 Milhões de euros - 6 Milhóes de contos!Depois do "negócio" com a Epul,não está nada mal.
Onde está a denúncia pública destes escandalos?Só o Rui Santos parece ter Coragem de os abordar,mas sem conseguir qualquer eco...convêm,não é!Ah grande Capital de um País de parolos que trabalham para a engrandecer e ainda apoiam o centralismo antropófago lisboeta!Continuem,se vos dá gozo...

Vítor disse...

De facto o dinheiro que se gasta na Madeira para apoiar o Marítimo e o Nacional é vergonhoso. Se ao menos a maior parte dos jogadores fossem da terra... mesmo assim não justificava.

Agora o que eu acho piada é apontarem o dedo à Madeira por toda a má gestão que é feita dos dinheiros públicos. Parece que a RAM é a causa de toda esta crise que se vive. Como já alguém disse, ninguém fala do tal "subsídio" da CGD ao SLB, ninguém fala dos munícipios que ficaram endividados com a construção de estádios para o Euro 2004, ninguém fala das megalomanias que são o aeroporto da Ota e do TGV, enfim...

A Madeira não é nenhum exemplo na gestão de dinheiros públicos, mas Lisboa então...

Anónimo disse...

Lamento meu caro mas, mais uma vez, tiro no pé.
Passo a explicar:
não sei onde se informou mas os dois dirigentes referidos sublinharam, aquando dessa apresentação, que este não era o jogo das pazes entre eles, nem entre os clubes, garantindo que o afastamento e as diferenças se mantinham. Estiveram lado a lado, sim, mas nem se cumprimentaram.

Fica o reparo, com um abraço

Rui Pedro