sábado, novembro 06, 2021

Posto de escuta: Jorge Jesus


- Boa tarde, Jorge. Sou eu. Que passou-se?
- Viva, camarada. Já não te ouvia desde que estivemos no Sameiro a serrar presunto. Conta-me tudo.
- Não ouviste o Octávio Lopes e o Futre na CMTV?
- Não, estava no Barbas a comer um peixinho mas já me contaram.
- E então, como te sentes agarrado ao pêndulo de Foucalt sem arnês?
- Esse não conheço, onde joga?
- É box to box mas não interessa para o caso. O teu amigo Futre disse que o Mourinho está na calha?
- O Mourinho que trate é de saber o melhor caminho para sair de Roma.~
- Pode ter que fazer rodagem a um carro com o amigo de Setúbal...
- Posso mandar o meu amigo de Palmela dar uma ajuda (risos).
- Estou a ver que não estás muito preocupado...
- Até estou preocupado com o que vou pagar de impostos dos três milhões da indemnização. Queria era o 15 do Koeman. Assim só vou poder jogar golfe duas vezes por semana.
 - É uma pena.
- Uma pena para quê?
- Para o golfe. Mas olha, Jorge, tu encaixas em qualquer lado.
- Nem mais, campeão. Ligou-me esta madrugada o Jair e deu-me a escolher o clube brasileiro. Mas acho que vou querer de novo o Limiano.
- Flamengo!
- Isso, nunca acerto no queijinho. Como no Trivial Pursuit embora esteja a achar que a minha empregada de limpeza está a deixar-me ganhar...
- Estou a ver que tens treinado o inglês, hum...
- Off course, my fren!
- Pronto, Jorge, só queria ter a certeza que estás bem aí no Monte da Caparica.
- Obrigado, Eugénio. Dá cumprimentos ao Octávio.
- Ao Lopes?
- Não, esquece o Lopes, continua a trocar o nome aos jogadores. Ao nosso Palmelão.
- Serão entregues. E tu dá aí um abraço ao Farinha e ao tipo de que copiava as notícias do Paulo Pinto.

 

Sem comentários:

Por favor, não pisem os malmequeres!

  Ia escrever qualquer coisa sobre isto mas o João Freitas - um dos melhores jornalistas que conhece - tirou-me todas as palavras da boca. ...