AGORA ESTOU AQUI

sábado, novembro 03, 2007

3X9= 25


O homem que na Galiza se aproximou de Schuster e lhe disse que com a equipa dele daria sempre três de avanço ao adversário e que ainda assim ganharia todos os jogos - para espanto do fleumático alemão - mostrou no Dragão que é também, como ele o próprio afirma, um Mestre da Táctica. O FC Porto não conseguiu levar a tabuada dos três até ao fim, falhou na prova dos 9... E porquê? Por um lado porque cedo ficou sem Lucho González, o seu estratego. Por outro, o essencial, porque o Belenenses é uma equipa evoluída tacticamente e que tem jogadores de excepcional qualidade, com destaque para Silas. O FC Porto não jogou mal, o FC Porto até entrou bem, fez o seu golo, mas não forçou a nota. O Belenenses esteve sempre em jogo e aproximava-se da baliza de Helton com perigo. Terá Jesualdo exagerado quando mandou Leandro Lima para uma das alas e colocou Lisandro nas costas de Postiga? Não sei, depois do jogo é fácil ir por aí... A verdade é que Leandrinho entrou nervoso, fez muitas faltas e precipitou-se no passe depois de fazer algumas boas recuperações. Mas foi sobretudo o recuo de Raul Meireles, a partir da saída de Lucho, que fez com que a intensidade de jogo do FC Porto abrandasse. Depois, o Belenenses empatou mas não quis ou não soube ir à procura do golo da vitória. Já com uma linha da frente de 4 homens (Quaresma, Tarik, Lisandro e Adriano), o FC Porto não teve tempo nem serenidade para ir à procura do segundo golo. O empate final é incontestável, tendo o sabor de vitória para os azuis do Restelo. No final, ouviram-se alguns assobios, rapidamente abafados pelos Superdragões.

PS - Aquele história do recorde do Guiness de aviões de papel lançados para o relvado é do mais pindérico que se pode imaginar para um estádio de futebol com a qualidade e a dimensão do Dragão.
PS 2 - Não se esqueçam de uma coisa: o FC Porto somou mais um ponto, a concorrência directa ainda não somou o que quer que seja na ronda 9...

17 comentários:

abidos disse...

Excelente comentário ao jogo, só tenho uma duvida: se o comentário fosse sobre um jogo do Benfica, e o Benfica tivesse marcado o seu golo, numa jogada irregular, será que esse facto, teria sido ignorado?

Anónimo disse...

Oh abidos e o golo da vitória legal do Lisandro que nos foi negado? Não te apetece falar dele também?

Fassbinder disse...

Importa dizer que o Quaresma está uma sombra de si próprio. Passou a primeira parte a meter nojo. Claro, há sempre uns salpicos de classe que podem dar golo a todo o momento, como aquela bola que foi à trave, e assim se justifica a titularidade.
Do lado do Belenenses, houve pelo menos duas belas ocasiões para aumentar a conta, mas não as souberam aproveitar. Deu a sensação de falta de ambição - dos jogadores, não do treinador, que esse sabia bem o que queria.

João disse...

1 - Gostei do cuidado com que abordaste a decisão táctica do "professor" em relação a Lisandro e Leandro. Podes dizer que o Paulo Bento tem muito boa imprensa, mas o "professor" tem, no mínimo, muito boa blogosfera.

2 - Já passei os olhos pela imprensa do dia e em todo o lado a saída de Lucho é apontada como factor de desestabilização do futebol portista. Se um clube rico como o Porto se vê aflito com a lesão de um jogador, como podes criticar Paulo Bento, que tem no plantel as soluções que tem?

3 - Não percebo o PS 2. O Porto tem concorrência directa?

Anónimo disse...

porra... és mesmo do FC Porto :P

não deixas margens para dúvidas...

Anónimo disse...

Gostei do PS, até me senti envergonhado com aquela coisa.

HR

nandao disse...

Golo fora de jogo, expulsão perdoada a Quaresma, aquela entrada!... Meu Deus. De vermelho directo ficou no bolso, depois dá um amarelo numa falta que nem existe! Enfim!

Agora a do Guiness! Epah, mas o que foi aquilo? Aviões de papel?
É preferível e mais digno ter no Guiness um presidente no activo com mais anos de corrupção no futebol do que aquela palhaçada dos aviões de papel! A empresa de marketing não tem criatividade nenhuma, zerinho!

ruizinho disse...

Assim vai o nosso jornalísmo de merd... não passas de um manipulador da verdade desportiva!

Anónimo disse...

interessante como o facto de um golo 2 metros em fora de jogo passou ao lado do comentario

anakin disse...

Nada de anormal. O desafio agora é outro. Será que aguentam sem El Comandante?

http://expressdooriente.blogspot.com

Anónimo disse...

eh, falar depois é fácil, mas, pergunto eu, por que é que o Porto não deixou para sábado à noite esse jogo, quem sabe, Eugénio, não é?!

mariana

Anónimo disse...

Para o Guiness devia ir era o facto dos 16 golos marcados no campeonato, 5 serem irregulares.
- 2 de Lisandro em Paços de Ferreira (1 em fora-de-jogo e outro após uma mão de Bruno Alves).
- Lisandro em Leiria após a bola sair claramnte da linha final no cruzamento.
- Lisandro leva a bola com a mão para inaugurar o marcador contra o Porto B (Leixões).
- Postiga em fora-de-jogo de 2 metros.

PS: E já nem falo do celebre atraso.
PS 2: Isto já para não falar das expulsões cirurgicas na jornada anterior, da equipa com que jogam na jornada seguinte.

Anónimo disse...

Caralho para o Guinesse ou guinas era o pinto da costa que devia ir .
Homem que resiste a tempestades e furacoes ,ataques e viagras ..Esse sim é que merece
BIBA O PUERTO
PJ

Vitor disse...

Ele há cada anónimo mais burro,porra.Quanto ao record de aviões de papel,uns são o maior clube do mundo em sócios tanto quanto o Porto em aviões de papel.Esrá bem visto.

Nuno M. S. Aleixo disse...

O comentário ao jogo está óptimo! Embora falte dizer que o golo do Postiga é resultado de um fora de jogo de 2 metros! E que o Quaresma mais uma vez - já são duas entradas destas - teria de ser expulso... mas de resto está giro como é habitual!

P.S. Recorde de aviões de papel!!??? Eheheheh...ahahahahah...

P.S. 2 a concorrência directa está a 6 pontos. Upss...

Anónimo disse...

Para os mais ignorantes: o FC Porto desde sempre que tentou bater records do Guiness em iniciativas que visavam animar as bancadas antes dos jogos - teve até durante muitos anos (não sei se ainda tem) o record para maior bandeira do mundo (que encheu a arquibancada quase toda no velhinho Estádio das Antas).

O Benfica é que manchou irremediavelmente o bom nome dos Records do Guiness ao nomear um como objectivo major de um mandato presidencial.

Não acham isto preocupante?
O que para o FC Porto não passa de um fait-diver é quase a razão da existência e orgulho(?) do Benfica.

Só mostra que, realmente, o FC Porto está noutro nível.

Anónimo disse...

o FC do Porto é grande...

e ele, que deu nome a Portugal,
só por isso é primeiro que o SB, maior que o Sporting e o Benfika juntos!

manuela